Aeroporto Carlos Prates, em BH, encerrará as operações no dia 31 de dezembro

Determinação do governo federal era um desejo antigo dos moradores da região Noroeste da capital

O Ministério da Infraestrutura publicou nesta quinta-feira (14) uma portaria no Diário Oficial da União (DOU) determinando que, após o dia 31 de dezembro de 2021, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) deverá encerrar as operações do aeroporto Carlos Prates, localizado no bairro Padre Eustáquio, região Noroeste de Belo Horizonte.

Em setembro do ano passado, o ministro Tarcísio de Freitas havia anunciado a desativação do local. Medida era desejada pelos moradores do entorno há anos, devido às constantes quedas de aeronaves – nos últimos dez anos, pelo menos dez acidentes foram registrados.

Conforme o documento, a Infraero deverá apresentar, no prazo de até seis meses contados da publicação da portaria, o inventário dos bens que compõem o patrimônio do aeroporto.

O aeroporto chegou a entrar no Programa de Desestatização do Estado, mas, segundo o ministro, foi retirado. “Ele não será concedido. O que a gente vai fazer é transferir as operações do Carlos Prates para outros aeroportos, e aí, notadamente a Pampulha. E a ideia é fechar o Carlos Prates” disse o ministro.

O aeroporto Carlos Prates foi construído na década de 1930, quando a região ainda não era muito habitada. Atualmente, sua ação é voltada especialmente para a formação de pilotos, aviação desportiva e de pequeno porte e é sede de empresas de manutenção e escolas de aviação.

 

Com informações do OTempo