Monte Alegre de Minas: mulheres ligadas a facção criminosa são presas

Na manhã desta sexta-feira (15/1), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e a Polícia Militar realizaram operação em Monte Alegre de Minas, no Triângulo Mineiro, que resultou na prisão em flagrante de duas mulheres, de 28 e 39 anos, durante cumprimento de três mandados de busca e apreensão. Com elas, as equipes encontraram 131 porções de cocaína, joias roubadas e um carro furtado. Investigações apontam o envolvimento das suspeitas com uma facção criminosa.

As medidas judiciais foram representadas pela PCMG em decorrência de um inquérito policial que apura o crime de homicídio. De acordo com o delegado regional em Ituiutaba, Luiz Antônio Minas, que coordena as investigações, os trabalhos indicam que uma das presas era líder de facção criminosa em Monte Alegre de Minas. “Conforme apurado, ela gerenciava o tráfico de drogas, furtos, roubos, sequestros e homicídios na cidade”, explica.

Segundo o delegado, foi levantado ainda que a mulher é suspeita de comandar o tribunal do crime no município. “Qualquer crime, briga de vizinhos e pendengas do cotidiano eram levados para avaliação e aplicação de penas pela organização criminosa. Foi apurado que a suspeita recebia ordens da facção de dentro de presídios”, informa. Luiz Antônio acrescenta que a outra investigada, residente em Uberlândia, seria a pessoa que, a mando de lideranças, teria levado a droga para a outra presa.

As duas mulheres serão autuadas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico de drogas, receptação e associação criminosa. Após os procedimentos, elas serão encaminhadas ao sistema prisional.

 

Fonte: PCMG