Fisioterapeuta de BH leva tiro do ex, fica em estado vegetativo e família pede ajuda

Jovem estado vegetativo familia pede ajuda
Ana Clara antes da tentativa de feminicídio e no hospital durante internação (Reprodução/@anadiasfisioterapia/Instagram)

Após a tentativa de feminicídio que quase tirou a vida da fisioterapeuta Ana Clara Dias, 30, a família da belo-horizontina tenta arrecadar doações para conseguir dar prosseguimento no tratamento dela. Ao BHAZ, a irmã de Ana, Kercia Pereira, contou que as doações serão para a reforma do quarto em que ela vai precisar ficar, além da compra de materiais e insumos para seguir com a recuperação. Ana recebeu alta na quinta-feira (21) mas segue em estado vegetativo, sem sinais de consciência ou reações neurológicas.

A fisioterapeuta levou um tiro na cabeça, enquanto trabalhava, do ex-companheiro, em novembro do ano passado. O crime ocorreu no Barro Preto, em Belo Horizonte, e o homem tirou a própria vida em seguida.

Agora, Ana está sem os movimentos do corpo e sustentação do tronco, além de precisar ser alimentada diariamente por sonda. A fisioterapeuta está hospedada na casa de uma prima, já que a casa da irmã, que fica em Sabará, região metropolitana, ainda precisa de reparos e acabamentos nas paredes e piso. Kercia estima que em dois meses já tenha conseguido fazer a reforma necessária para receber a irmã mais nova.

“A Ana Clara é uma menina muito ativa, tinha acabado de se formar em 2019 e estava ingressando na carreira. Mas ela teve o sonho interrompido. Então a gente precisa da vaquinha pra cuidar bem dela e ela voltar a viver a vida como ela vivia”, explica Kercia. A renda arrecadada vai ajudar, especialmente, na compra de fraldas, lenços, medicação e dieta especial.

“Cada caixa da dieta dela custa R$ 300, e dá pra 10 dias. Por mês eu vou gastar em média R$ 900”. Atualmente, Kercia está desempregada e divide a casa com uma filha de 7 anos e o marido, freelancer em festas.

Como contribuir

A família de Ana tem recebido as doações de forma online e também por transferência bancária. Veja os dados abaixo:

  • Banco Caixa
  • Ana Clara Pereira Dias
  • CPF 093.305.716-46
  • Agência 2333
  • Op 013
  • Conta 674-0
  • Pix 07486191601

Relembre o caso

Em novembro de 2020, o ex-companheiro da fisioterapeuta Ana Clara Dias atirou na cabeça dela e em seguida tirou a própria vida. A tentativa de feminicídio ocorreu na clínica onde Ana trabalhava na rua Juiz de Fora, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Segundo o tenente Bruno, da Polícia Militar, o homem comprou a arma, dias antes com o intuito de cometer o crime. “A arma foi comprada recentemente e especificamente para esse crime”, disse à época. Ana foi socorrida pela PM e chegou sem sinais vitais no Hospital João XXIII, mas os médicos conseguiram reanimá-la. Já o homem morreu no local.

 

Jordânia Andrade

Jordânia Andradejordania.andrade@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde outubro de 2020. Jornalista formada no UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) com passagens pelos veículos Sou BH, Alvorada FM e rádio Itatiaia. Atua em projetos com foco em política, diversidade e jornalismo comunitário.

Com informações do site BHZ