Covid-19: Minas entrega 356 mil novas doses de vacina aos municípios

bombeiros transportam vacinas mg
Corpo de Bombeiros e outras forças de segurança do estado colaboraram com a distribuição (CBMMG/Divulgação)

O Governo de Minas distribuiu mais 356 mil doses da vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (28). As vacinas, da Astrazeneca e CoronaVac, foram entregues pelo Ministério da Saúde e estavam armazenadas na Central Estadual de Rede de Frio. Agora, com o suporte de autoridades locais, elas já foram enviadas às regionais de Saúde para reforçar o programa de imunização nas várias regiões do estado.

Os imunizantes partiram do Aeroporto da Pampulha na manhã desta quinta. Assim como as primeiras, a operação foi realizada com o apoio do Corpo de Bombeiros, das polícias Militar e Civil, da Defesa Civil Estadual e da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ao todo, foram redirecionadas mais de 350 mil doses.

A primeira remessa de vacinas começou a ser distribuída no estado no último dia 19. Em uma operação histórica que mobilizou todas as forças de segurança mineiras, quase 600 mil doses do imunizante foram entregues às regionais de Saúde do estado em cerca de 24 horas. Assim como nesta segunda leva, a distribuição partiu do Aeroporto da Pampulha, com voos que saíram em intervalos de menos de 30 minutos ao longo de todo o dia. A mobilização foi a primeira, mas vai se repetir em menor escala à medida que novos imunizantes chegarem a Minas.

Vacinômetro

Já nesta semana, o Governo de Minas lançou o “Vacinômetro“, uma plataforma que acompanha a imunização contra a Covid-19 no estado. A ferramenta também permite que o usuário saiba quantas doses de vacinas já foram enviadas aos municípios mineiros, e quantas pessoas de cada grupo prioritário já receberam a primeira dose do imunizante. Clique aqui para acessar o site.

Até a manhã desta quinta-feira, a plataforma já contabilizou 136.897 pessoas vacinadas em todo o estado. Dentre elas, 124.959 são trabalhadores da saúde, 8.746 são idosos que vivem em instituições de longa permanência, 748 são pessoas com deficiência em residências inclusivas e 2.444 integrantes de populações indígenas que residem em terras indígenas.

 

Com informações do site BHZ