Polícia apreende R$ 470 mil e passaporte de Nego do Borel no RJ

nego do borel dinheiro apreendido
Quase meio milhão e o passaporte do Nego do Borel foram apreendidos (Reprodução/negodoborel/Instagram + PCRJ/Divulgação)

Por Bruno Menezes

Peritos da Polícia Civil do Rio e de São Paulo vão analisar os equipamentos e dispositivos eletrônicos apreendidos nos dois endereços do cantor Leno Maycon Viana Gomes, o Nego do Borel, acusado pela ex-namorada Duda Reis de estupro de vulnerável, ameaça, injúria e lesão corporal. Nego também prestou queixa contra Duda, por injúria, calúnia e difamação, e negou as acusações.

Os imóveis vistoriados na manhã desta quinta-feira (28) ficam no Rio e em São Paulo, onde estava o cantor. No Rio, a polícia encontrou um cofre, onde estavam guardados R$ 470 mil em espécie. O pai do cantor foi acionado para acompanhar as buscas. No local os agentes também apreenderam o passaporte do acusado. Entre os equipamentos apreendidos estão telefones e computadores, localizados nos dois endereços.

As ações nos dois estados foi determinada pela Justiça, que autorizou a busca e apreensão para apurar as denúncias registradas na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), em São Paulo. Em nota, a Polícia Civil de SP informa que que caso segue sob sigilo. Já a Polícia Civil do Rio diz que os agentes do Departamento Geral de Polícia de Atendimento à Mulher (DGPAM) recolheram dispositivos eletrônicos que possam conter imagens que auxiliem nas investigações sobre o caso.

 

Com informações do site BHZ