Adolescente combinou morte da mãe e da irmã por paixão pelo padrasto

cristiane arena morta filhas padrasto
Mãe e filha de 9 anos foram mortas por padrasto e enteada, aponta polícia (Reprodução/cristiane.pedroso.77/Facebook)

A adolescente de 16 anos suspeita de ajudar no assassinato da mãe e da irmã de 9 anos está apaixonada pelo padrasto Fabrício Buim Arena Belinato, 36 anos, afirma a Polícia Civil. O crime aconteceu em Pompeia, no interior de São Paulo. “Ela [a adolescente] tinha problemas com a mãe. Ela não gostava da mãe, conforme relatou. Aí ficou apaixonada pelo cara [padrasto] e combinaram de matar a mãe”, disse ao G1 o delegado Cláudio Anunciato Filho.

O agente disse também que mãe e adolescente de 16 anos não se davam bem, o que motivou o crime. Já a filha caçula não era querida por nenhum dos dois acusados. O padrasto e a enteada mantinham um relacionamento desde 2019, diz a Polícia Civil. Os corpos de Cristiane Pedroso dos Santos Arena, 34 anos, e da filha Karoline Vitória dos Santos Guimarães, 9 anos, foram encontrados em 2 de fevereiro, depois de quase dois meses. Os restos mortais foram localizados enterrados no quintal da casa onde moravam, sob um contrapiso de concreto.

Dessa maneira, a polícia apreendeu a filha de 16 anos no dia em que os corpos foram achados pela polícia. Já Belinato foi capturado na segunda-feira (8), em Campo Grande. Ele foi transferido para Marília na noite de terça (9), na penitenciária Álvaro de Carvalho. O ex-marido de Cristiane disse à polícia que a matou com um golpe de faca, em suposta legítima defesa. Já a filha do casal foi asfixiada quase um mês depois porque ela estaria questionando a ausência da mãe. As vítimas foram enterradas em 3 de fevereiro, no Cemitério de Pompeia.

 


Com informações do site BHZ