Polícia Civil prende homem por maus-tratos a animais em Careaçu

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), prendeu um homem suspeito de maus-tratos a animais na tarde de sexta-feira (19/02), em Careaçu, no sul do Estado.

A equipe da Delegacia de São Gonçalo do Sapucaí recebeu uma denúncia e ao chegar no local encontraram dez gatos em um ambiente completamente sujo e insalubre, além de estarem extremamente magros. Também havia os restos de um animal em avançado estado de decomposição.

Os policiais civis efetuaram a prisão em flagrante do suspeito de 58 anos, que alegava falta de tempo para cuidar dos animais. De acordo com os fatos, o investigado poderá responder por maus-tratos a animais domésticos, de acordo com a Lei de Crimes Ambientais. O homem foi encaminhado ao sistema prisional.

A PCMG ressalta a importância ao combate do crime de maus-tratos contra animais. É válido citar que, após alteração recente na Lei 9.605/1998, a prática de abuso, maus tratos, ferimentos e mutilações a animais domésticos, especificamente cães e gatos, passou a ter pena de reclusão de 2 a 5 anos, com aumento de pena nos casos de morte do animal.