Asteroide Apophis passará perto da Terra nesta sexta-feira (5)

O asteroide 99942, mais conhecido como Apophis, passará perto da Terra nesta sexta-feira (5) e poderá ser observado pelos curiosos. Mas para isso, será necessário ter um telescópio de última geração disponível.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 3Yaj1H_ZOLmdRD2RDJCEqeGaPpPApeTTEU_8_f3CjefLeHwnWROXMZKaV0NOYV68bHM7nADNaITYbAVFh2-k8JGGL-RIKVoEcpeGd-ECTrRltjpCOAJvRBK09BklC8O5Xr8YBj-y
Aproximação do Apophis em 2029 passando bem perto dos satélites geoestacionários (pontos azuis) – Imagem: NASA/JPL-Caltech

Apesar da proximidade do nosso planeta, o Apophis vai estar longe o bastante para que a gente possa se sentir seguro. Mas no dia 13 de abril de 2029, a distância entre o asteroide e a Terra chegando a de nada menos que 31.860 quilômetros.

Nesta ocasião, será possível, inclusive, observar a passagem do asteroide a olho nu de algumas partes específicas do planeta, incluindo o Brasil.

O asteroide 99942 foi descoberto em 2004 e gerou um certo temor nos estudiosos no espaço na ocasião, já que os cálculos indicavam que existia uma possibilidade de colisão de 2,7% entre a rocha e a Terra em abril de 2029.

Porém, após mais de 15 anos de monitoramento, hoje o Apophis é visto como inofensivo. Sua órbita é amplamente conhecida e a chance de colidir com nosso planeta é de apenas 1 em 100 mil, considerando que isso só aconteceria a muitas décadas no futuro.

Passagem abre possibilidade de estudar asteroide

Mas a ausência de risco de colisão com a Terra não torna o Apophis algo desprezível, e a passagem deste sexta-feira será uma das melhores chances para que os astrônomos possam estudar a rocha espacial “de perto”.

Desvio esperado na trajetória do Apophis provocado pela interação gravitacional com a Terra durante a aproximação de 2029 – Imagem: NASA/JPL

“Essa será a melhor oportunidade de observação desse asteroide antes de 2029”, declarou o presidente da Associação Paraibana de Astronomia, Marcelo Zurita em um artigo para o Olhar Digital.

Esta oportunidade rara motivou a criação de um esforço internacional focado na observação do asteroide, a “Campanha de Observação do Apophis 2021”, que visa aprender o máximo possível a respeito dessa rocha espacial antes de sua maior aproximação em 2029.

Via: Space.comNasa


 

Com informações do Olhar Digital