Homem suspeito de agredir sobrinho de 12 anos é da Guarda Municipal, diz Polícia Civil

O homem, de 36 anos, suspeito de agredir o sobrinho de 12 anos em Belo Horizonte, nesta terça-feira (9), é da Guarda Municipal de BH, segundo a Polícia Civil. O menino fugiu após as agressões para uma loja no bairro São João Batista, na Região Nordeste da capital.

De acordo com testemunhas que estavam no estabelecimento, a criança chegou pedindo ajuda. O garoto contou que mora com o tio e que estava brincando com o primo, de 3 anos, quando o pequeno jogou uma caneta pela janela.

A atitude teria irritado o tio, que agrediu o sobrinho mais velho. O menino sofreu lesões e foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Venda Nova.

O tio do garoto foi localizado pelos policiais militares e conduzido à Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente.

A Polícia Civil disse que a criança foi ouvida e entregue a outro responsável. Foi registrado Termo Circunstanciado de Ocorrência pela prática do delito de lesão e o suspeito responderá em liberdade.

A assessoria da Guarda Municipal disse ao G1 que tomou conhecimento da ocorrência e encaminhou o caso para a corregedoria que irá instaurar um processo de apuração. O guarda estava de folga.


Fonte: Globo G1