Minas Gerais teve saldo positivo de 25.617 vagas de emprego no início deste ano

Indústria teve a maior geração de postos, seguida por serviços, construção civil, comércio e agropecuária

O primeiro mês de 2021 foi animador com relação à criação de empregos formais em Minas Gerais. Conforme dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, o Estado teve um saldo positivo de 25.617 postos de trabalho.

Ao todo, foram admitidos 157.060 trabalhadores e demitidos 131.429. Esses números superam o mês anterior, dezembro de 2020 (menos 5.337 vagas) e janeiro de 2020 (mais 4.967 vagas).

De acordo com o Caged, a indústria teve a maior geração de vagas de empregos (10.509), seguida por serviços (7.911), construção civil (6.117), comércio (1.063) e agropecuária (17).

Em relação ao resto do país, Minas registrou o quarto maior saldo, atrás de São Paulo (75.203), Santa Catarina (32.077) e Rio Grande do Sul (27.168).

“Espera-se que, com o avanço da vacinação contra a Covid-19, o Estado possa continuar registrando os melhores saldos de emprego”, disse a diretora de Monitoramento e Articulação de Oportunidades de Trabalho da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Amanda Siqueira Carvalho.


 

Com informações do OTempo