Covid-19: Fiemg doa 100 respiradores para abertura de novos leitos de UTI em Minas

A Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) fez a doação de cem ventiladores mecânicos ao governo de Minas nesta segunda-feira (22). Os instrumentos ajudarão na ampliação dos 100 leitos de Unidade de Terapia Intensiva na rede de saúde ao longo desta semana.

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), a taxa de ocupação de vagas em terapia intensiva, destinadas a pacientes com Covid-19, está em quase 93%. “Sabemos que a solução definitiva é a vacinação em massa, mas o governo fará o necessário para salvar vidas. Essa é a nossa grande prioridade”, afirmou o governador Romeu Zema (Novo).

No ano passado, a entidade já havia doado 1,6 mil respiradores que equiparam os hospitais em todo o Estado. “O setor produtivo está fazendo tudo que está a seu alcance para mitigar os efeitos da pandemia. A Fiemg também está trabalhando na frente da vacina, ajudaremos no fornecimento de oxigênio e, desde o início, entregamos jalecos, máscaras e álcool em gel”, explicou o presidente Flávio Roscoe.

Segundo o governo de Minas, o critério técnico utilizado para a escolha das cidades foi “a identificação de hospitais com capacidade de abertura imediata de leitos de UTI”.

Belo Horizonte receberá 20 ventiladores; Betim (20); Juiz de Fora (15). Já as cidades de Montes Claros e Timóteo ficarão com 10 ventiladores cada uma. Viçosa receberá sete equipamentos, seguida por Ponte Nova (6), São Lourenço (5), Paracatu (4) e São João del-Rei (3).

O número de leitos de UTI em fevereiro de 2020 no Estado era 2.072 e, atualmente, são 4.364. As vagas de enfermaria passaram de 11.622 para 20.840, no mesmo período.


 

Com informações do Hoje em Dia