Reboot de ‘Kung Fu’: atriz quer honrar legado de Bruce Lee

A série ‘Kung Fu’, teoricamente idealizada por Bruce Lee, vai ganhar um reboot pela emissora americana CW, uma propriedade da Warner Bros. Desta vez protagonizada pela atriz Olivia Liang, a série busca uma ambientação mais contemporânea, com o enredo envolvendo a Tríade (máfia chinesa) como antagonistas primários.

Em entrevista concedida ao New York Times, Liang disse que espera, com o seu papel, honrar o legado de Bruce Lee, possivelmente o maior artista marcial da história e inventor do “jeet kune do” (uma variante do kung fu), bem como trazer uma parte da cultura asiática ao público ocidental.

Leia mais

Foto de rosto da atriz Olivia Liang, que será protagonista do reboot de "Kung Fu", série criada nos anos 70 por Bruce Lee
Olivia Liang será protagonista do reboot da série ‘Kung Fu’: atriz espera honrar o legado de Bruce Lee, idealizador da série nos anos 70, com nova narrativa. Imagem: IMDB/Divulgação

“[A] representatividade, tanto quanto ela é sobre podermos nos ver na tela, é também sobre ser percebida por outros grupos não asiáticos”, disse Liang ao jornal americano. “Ser capaz de executar esse projeto que era tão próximo ao coração de Bruce Lee é, verdadeiramente, uma honra – isso mostra o quão longe nós chegamos na indústria, ao ponto de existir um certo ‘apetite’ por esse tipo diversificado e autêntico de narrativa. É empolgante o fato de podermos reclamar isso e dizer ‘com sorte, estamos dando justiça [a Bruce Lee], do jeito que deveria ser feito desde o começo”.

A história por trás de ‘Kung Fu’ é bem interessante: em meados da década de 1970, Bruce Lee havia sugerido à Warner Bros. a produção de uma série onde um protagonista chinês (o próprio Lee) viria à América do Velho Oeste em busca de seu irmão desaparecido, usando técnicas da conhecida arte marcial oriental para ajudar as pessoas e combater vilões. Supostamente, a Warner rejeitou a ideia, apenas para, no ano seguinte, alavancar a série titular, com o falecido ator David Carradine (o Bill de ‘Kill Bill‘) no papel principal – seu personagem seria o meio-americano, meio-chinês Kwai Cheng Caine.

Vale lembrar: Carradine não tinha qualquer currículo na prática ou em filmes de artes marciais.

Por causa das similaridades extremas entre a sugestão de Lee e a série com Carradine, o consenso generalizado foi o de que a Warner teria reciclado a ideia do artista chinês, mas com um ator branco e americano conduzindo a narrativa. O próprio Carradine negaria em diversas ocasiões que a ideia do ator e lutador chinês e a série que protagonizou fossem o mesmo projeto, apesar dessa acusação permanecer viva até hoje. Futuramente, a filha de um já falecido Bruce Lee — Shannon Lee — criaria uma série veiculada na rede Cinemax, dando ao seu pai os créditos de criação de roteiro.

Oficialmente, Bruce Lee disse que a Warner rejeitou sua ideia por receio de colocar no papel principal um ator chinês, afirmando em seguida que ele compreendia o motivo, já que ele próprio também teria medo de relacionar um ator branco no papel principal de uma produção asiática.

Montagem coloca, lado a lado, os atores Bruce Lee e David Carradine
Bruce Lee (esq.) sugeriu produção de série sobre lutador de kung fu nos EUA, mas Warner rejeitou proposta. Um ano depois, David Carradine (dir.) seria protagonista de uma série similar. Imagem: Wikimedia Commons/Warner Bros./Reprodução

Reboot de ‘Kung Fu’ é ambientado em tempos contemporâneos

Na nova versão da série, Olivia Liang dá vida a Nicky Shen, uma mulher que abandonou a faculdade em São Francisco para embarcar em uma jornada que a levou a um monastério na China. Voltando para casa, porém, Shen descobre que sua terra natal está dominada pela Tríade, a máfia chinesa, que ameaça seus entes queridos — incluindo seus pais.

Além de Liang no papel principal, o reboot de ‘Kung Fu’ também traz em seu elenco Tzi Ma e Kheng Hua Tan (vivendo, respectivamente, Jin e Mei-Li, os pais da protagonista), Shannon Dang (como a meia irmã Althea), Tony Chung (como Dennis, noivo de Althea), Jon Pradisa (como seu irmão Ryan), Gavin Stenhouse (como o ex-namorado e promotor de justiça Evan) e Eddie Liu (como o novo interesse amoroso Henry). Além destes, Vanessa Kai faz o papel de Pei-Ling, que aparece em flashbacks como a mestra de Nicky Shen, assassinada pelos mafiosos.

A produção executiva é assinada por Christina M. Kim, Martin Gero, Greg Berlanti e Sarah Schechter. O reboot de ‘Kung Fu’ fará sua estreia no canal CW em 7 de abril, mas ainda não há informação se a Warner pretende trazê-lo para o Brasil dentro do seu canal de assinatura.


 

Fonte: New York Times

Com informações do Olhar Digital