A Sony pode levar o PlayStation para os smartphones

A Sony pode estar empenhada em levar o PlayStation para os smartphones, de acordo com uma vaga anunciada pela empresa no portal de vagas Greenhouse. O título da posição em aberto fala em “Chefe de Mobile” e sua descrição lista o “foco em adaptar com sucesso as franquias mais populares do PlayStation para o mobile”.

Esforços do PlayStation para o mercado de smartphones não são exatamente uma novidade: a Sony conta com diversos apps derivativos de seus consoles no celular – uma iniciativa que se tornou mais popular com o sucesso do PlayStation 4. A questão é: boa parte destes apps têm apenas a função de espelhar os comandos do painel de controle do console (por exemplo: o “PlayStation App” permite que você use seu smartphone como teclado ou navegue mais facilmente pelos menus).

Leia mais

Vaga da Sony menciona adaptar jogos do PlayStation para smartphones. Na imagem, uma captura da vaga e sua descrição, com um vídeo institucional do PlayStation
Sony busca um líder de divisão para mobile, especificamente focado em adaptar jogos da marca PlayStation para os smartphones. Imagem: Sony/Reprodução

No que tange a jogos, ‘Run Sackboy! Run!’, ‘Uncharted: Fortune Hunter’ e o app de realidade virtual (VR) ‘God of War | Mimir’s Vision’ são alguns dos exemplos presentes no iOS e/ou Android. Entretanto, estes são títulos especificamente desenhados para smartphones, não necessariamente jogos de consoles que ganharam um “port” para o dispositivo móvel.

Vale lembrar que a Sony já conta com uma divisão “PlayStation Mobile”, mas ela é mais conhecida por adaptar jogos do console para o PC, como foi o caso com ‘Horizon Zero Dawn’, ‘Days Gone‘ e ‘Everybody’s gone to the Rapture’. Isso, claro, sem contar seus malfadados esforços em lançar smartphones endossados pela divisão PlayStation, como foi o caso do Xperia Play (2011): o smartphone da época contava com tela deslizável que, uma vez aberta, revelava uma série de botões de joystick para títulos especialmente adaptados, como ‘Cool Boarders 2’, ‘Destruction Derby’, ‘MediEvil’ e ‘Syphon Filter’. No final, o aparelho não vingou.

Há anos desde a Sony abandonou o mercado de dispositivos portáteis para jogos: antes do Xperia Play, a empresa contava com o muito bem sucedido PSP (que ganhou até uma versão enxuta, chamada “PSP Go”) e, meses depois do smartphone, veio o PS Vita, com desempenho mediano. Entrar no mercado de jogos mobile pode se provar uma boa fonte de receita para a empresa, considerando a constante evolução do hardwares das fabricantes de smartphones. Basta perguntar à Nintendo.


 

Fonte: Greenhouse (link da vaga)

Com informações do Olhar Digital