Twitter classifica post de Eduardo Bolsonaro como publicação enganosa

eduardo bolsonaro reunião Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional
Eduardo Bolsonaro espalhou informação falsa pelo Twitter (Najara Araujo/Câmara dos Deputados)

Por Flávia Said

O Twitter colocou um aviso de “publicação de informações enganosas e potencialmente prejudiciais relacionadas à COVID-19” em um post do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), em que ele trata do lockdown. Seguindo o exemplo do pai, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirma que “com as pessoas ficando em casa, a proliferação do coronavírus aumenta”.

Apesar de o conteúdo ter violado as regras da rede social, o Twitter determinou que pode ser do interesse público que o tuíte continue acessível. Portanto, a rede social colocou um aviso na publicação, que agora não pode mais ser curtida nem compartilhada, apenas visualizada.

Em março deste ano, pela primeira vez, o Twitter apagou duas postagens feitas pelo presidente Bolsonaro por violação de regras relacionadas a conteúdos que envolviam a pandemia. As duas publicações eram vídeos de Bolsonaro promovendo aglomerações em regiões administrativas de Brasília. Nas gravações compartilhadas na rede social, Bolsonaro falava sobre o sucesso no uso de cloroquina para combater o coronavírus e contra o isolamento social.


 

Com informações do site BHZ