Polícia prende cinco suspeitos de roubarem gado com uso de violência em Minas

Moradores e empregados das propriedades chegavam a ser mantidos reféns e ainda eram ameaçados de morte

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou durante esta semana uma operação que visava desarticular uma organização criminosa focada em roubo e furto de gado, cargas e veículos, como tratores. Ao todo, cinco pessoas foram presas – elas são suspeitas de cometerem os crimes com o uso de violência contra as vítimas.

A operação Pele de Cordeiro foi desencadeada nas cidades de Ribeirão das Neves e Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, e Curvelo, na região Central do Estado. Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão.

De acordo com as investigações, os fatos ocorreram em cidades como Capim Branco, Abaeté, Nova Serrana e Esmeraldas, além de Curvelo. Durante os crimes, os moradores e empregados das propriedades chegavam a ser mantidos reféns por longos períodos e ainda eram ameaçados de morte.

Os levantamentos também apontam que a os suspeitos guardavam a maior parte dos produtos roubados na cidade de Vespasiano e região. Em janeiro deste anos, a PCMG já havia localizado e apreendido em Ribeirão das Neves aproximadamente 100 cabeças de bovinos e equinos produtos de crime, além de um veículo roubado e outros objetos.

Conforme a polícia, um dos integrantes, que mora em Curvelo, trabalhava em fazendas da região. Ele fazia colhia informações sobre locais que viriam a ser alvos. Os dados eram repassadas aos demais membros do grupo, que executavam os crimes.


 

Com informações do OTempo