Pombo faz cocô em rosto de repórter em frente às câmeras em Minas: veja o vídeo

Repórter disse que poderia estar com sorte, já que na mesma filmagem aconteceu duas situações não esperadas

A repórter Juliana Leal, da TV Paranaíba, afiliada da Record TV Minas passou por uma situação nada confortável nesta terça-feira (20), em Uberaba, no Triângulo mineiro. É que durante uma passagem de vídeo, as fezes de um pompo caíram bem no rosto da jornalista. Ela fazia a gravação embaixo de uma árvore onde a ave se ‘aliviava’.

Assustada, a repórter gritou, limpou o rosto, e saiu rapidamente do local para evitar outro incidente. “Eco. Cocô. Ele (o pombo) está alí ainda”, comentou a jornalista.

Um vídeo mostrando a cena circulou nas redes sociais e foi comentado pela própria repórter. “E eu pensando que o pior dessa gravação seria o fato de eu errar o meu próprio nome”, disse.

Ela continuou seu comentário fazendo referência a um ditado popular que diz que quando um pássaro faz cocô em alguém é sinal de sorte. “Vou jogar na mega-sena porque, aparentemente, eu tô com MUITA sorte hoje”, continuou o comentário. Juliana havia errado a assinatura do próprio nome no final da matéria que treinava para entrar ao vivo no telejornal.

Veja o vídeo


 

Com informações do OTempo